Conheça algumas complicações das varizes

Mais do que, simplesmente, uma preocupação estética, as varizes costumam tirar o sono de muita gente, e isso porque, infelizmente, além de feias, elas doem. Quer saber mais sobre esse problema que atinge grande parte da população? Então, continue lendo.

Embora seja um problema comum, as temidas varizes, além de causar danos estéticos, também trazem problemas circulatórios, por isso, não devem ser subestimadas, é preciso procurar a ajuda de um especialista, um médico angiologista.

O fato é que, justamente, por serem subestimadas, surgem as principais complicações com as varizes, pela devida falta de atenção à doença.

Por isso, ao perceber qualquer sintoma da doença, além do estético, tais como dor, inchaço, sensação de peso e cansaço nas pernas, é fundamental procurar imediatamente a ajuda de um especialista para avaliar o caso e indicar o tratamento adequado, um produto muito usado para aliviar a dor das varizes é o varigold que é um creme a base de produtos naturais.

Vale ter em mente que se as varizes não forem devidamente tratadas, o organismo pode responder de várias formas, sendo colocado em risco, principalmente se for afetado por alguma das principais complicações das varizes. Tais como:

  1. Tromboflebite superficial

Muita gente não sabe, mas a popular trombose é um termo usado quando se desenvolve, nas veias das pernas e coxas, um ‘trombo’, um coágulo sanguíneo, entupindo a passagem do sangue.

Em algumas situações, não muito sendo muito comum, um pequeno coágulo pode se desprender e correr pela circulação até chegar ao pulmão, causando a Embolia Pulmonar, que pode vir acompanhada de dor no peito, tosse, cansaço, falta inesperada de respiração e, em casos mais graves, até a morte súbita.

  1. Dermatite ocre

É quando o sangue acumulado nas veias extravasa, manchando a pele das pernas com uma cor acastanhada, como ferrugem.

Na verdade, essa cor tem relação com o ferro contido nos glóbulos vermelhos, que ao se romperem, liberam hemoglobina, alterando a coloração da pele, naquela região.

  1. Úlceras venosas

As úlceras venosas causam muita dor e são bem complexas de tratar, elas surgem como consequência do agravamento da insuficiência venosa crônica, deixando feridas abertas as quais exigem cuidado especializado.

Para evitar que essas úlceras retornem, é preciso que os cuidados continuem após o tratamento, assim como o devido acompanhamento, que deve ser permanentes.

  1. Insuficiência venosa crônica

Esse problema pode surgir, na maioria das vezes, entre mulheres com idade mais avançada, e pode ter relação com o número de gestações dessas mulheres, assim como a obesidade e o histórico familiar.

Dentre os principais sintomas dessa doença podemos citar dor, coceira, formigamento, queimação, fadiga, cãibras musculares, inchaço e sensação de peso.

Diagnóstico

Cada caso é um caso e, justamente, pelo fato das veias possuírem diferentes espessuras, após o diagnóstico médico que será possível saber como as varizes serão tratadas, geralmente, levando em conta o calibre de cada vaso e os sintomas apresentados pela paciente.

Tratamentos

Hoje já é possível contar com variadas opções de tratamentos, com excelentes resultados, dentre os mais indicados podemos citar a Escleroterapia (substância química injetada dentro da veia), lasers e radiofrequências,  espuma densa ou procedimentos que combinem as técnicas são excelentes opções.

Porém, vale destacar que, em alguns casos, as cirurgias podem ser indicadas.

Nunca é demais lembrar que o diagnóstico e o tratamento devem ser realizados sempre com angiologistas e cirurgiões vasculares.

5 Dicas de Beleza e Cuidados Com a Pele

Não tem tempo para cuidados intensivos com a pele? Você ainda pode cuidar de si mesmo fazendo o básico. Bons cuidados com a pele e escolhas saudáveis ​​no estilo de vida podem ajudar a retardar o envelhecimento natural e prevenir vários problemas de pele, se você não tem condições de fazer o peeling rose de mer para melhor a pele de seu rosto e recomendo que comece com estas cinco dicas práticas.

1. Proteja-se do sol

Uma das maneiras mais importantes de cuidar da sua pele é protegê-la do sol. Uma vida inteira de exposição ao sol pode causar rugas, manchas senis e outros problemas de pele – assim como aumentar o risco de câncer de pele.

Para a proteção solar mais completa:

  • Use protetor solar. Use um protetor solar de amplo espectro com um FPS de pelo menos 15. Aplique protetor solar generosamente e reaplique a cada duas horas – ou com mais frequência se estiver nadando ou transpirando.
  • Procurar uma sombra. Evite o sol entre as 10h e as 16h, quando os raios do sol são mais fortes.
  • Use roupas de proteção. Cubra sua pele com camisas de mangas compridas bem apertadas, calças compridas e chapéus de aba larga. Considere também os aditivos de lavanderia, que dão às roupas uma camada adicional de proteção ultravioleta para um certo número de lavagens, ou roupas especiais de proteção solar – que são especificamente projetadas para bloquear os raios ultravioleta.

2. Não fume

Fumar faz a sua pele parecer mais velha e contribui para as rugas. Fumar estreita os minúsculos vasos sanguíneos nas camadas mais externas da pele, o que diminui o fluxo sanguíneo e torna a pele mais pálida. Isso também esgota a pele de oxigênio e nutrientes que são importantes para a saúde da pele.

Fumar também danifica o colágeno e a elastina – as fibras que conferem à sua pele força e elasticidade. Além disso, as expressões faciais repetitivas que você faz ao fumar – como franzir os lábios ao inalar e apertar os olhos para evitar a fumaça – podem contribuir para as rugas.

Além disso, fumar aumenta o risco de câncer de pele de células escamosas. Se você fuma, a melhor maneira de proteger sua pele é desistir. Pergunte ao seu médico para dicas ou tratamentos para ajudá-lo a parar de fumar.

3. Trate a sua pele suavemente

A limpeza diária e o barbear podem causar danos à sua pele. Para mantê-lo gentil:

  • Limite o tempo de banho. Água quente e chuveiros longos ou banhos removem óleos da sua pele. Limite seu tempo de banho ou banho, e use água morna ao invés de quente.
  • Evite sabonetes fortes. Sabões e detergentes fortes podem remover o óleo da pele. Em vez disso, escolha limpadores suaves.
  • Barbear com cuidado. Para proteger e lubrificar a pele, aplique creme de barbear, loção ou gel antes de fazer a barba. Para o barbear mais próximo, use uma navalha limpa e afiada. Raspe na direção em que o cabelo cresce, não contra ele.
  • Pat seco. Depois de lavar ou tomar banho, gentilmente acaricie ou enxugue a sua pele com uma toalha para que a umidade permaneça na sua pele.
  • Hidratar a pele seca. Se a sua pele estiver seca, use um hidratante adequado ao seu tipo de pele. Para uso diário, considere um hidratante que contenha SPF.

4. Faça uma dieta saudável

Uma dieta saudável pode ajudá-lo a parecer e sentir-se melhor. Coma muitas frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas magras. A associação entre dieta e acne não é clara – mas algumas pesquisas sugerem que uma dieta rica em óleo de peixe ou suplementos de óleo de peixe e pobre em gorduras insalubres e carboidratos processados ​​ou refinados pode promover uma aparência mais jovem da pele. Beber muita água ajuda a manter a pele hidratada.

5. Gerenciar o estresse

Estresse descontrolado pode tornar sua pele mais sensível e desencadear acne e outros problemas de pele. Para estimular a pele saudável – e um estado de espírito saudável – tome medidas para administrar seu estresse. Durma o suficiente, estabeleça limites razoáveis, reduza sua lista de tarefas e reserve tempo para fazer as coisas de que gosta. Os resultados podem ser mais dramáticos do que você espera.