Tratamento e medicação para depressão

Neste artigo você vai entender melhor o que é a depressão, quais seus principais sintomas e quais tratamentos e medicamentos utilizar para combate-la.

Os sintomas da depressão variam de humor a problemas físicos e emocionais:

1 – Baixa Auto Estima

Pessoas com depressão normalmente tem os seguintes sintomas relacionado a baixa autoestima:

– Autocensura.

– Sentimentos de tristeza e choro frequente.

– Sensação de vazio e desesperança.

– Irritabilidade, frustração ou raiva, mesmo para pequenos assuntos.

– Falta de interesse.

2 – Ausência de prazer

– Já não sentem prazer em atividades que gostavam antes.

– Ausência de interesse sexual.

3 – Falta de energia

– Cansaço e / ou fadiga.

– Lento para raciocinar ou conversar.

4 – Outros sintomas

– Ansiedade .

– Distúrbios alimentares (falta de apetite ou compulsão alimentar).

– Sentimentos de inutilidade ou culpa.

– Reparação de falhas passadas.

– Dificuldade de pensar e se concentrar.

– Incapacidade de tomar decisões.

– Dor física (cabeça, costas …).

– Evitam sair de casa e socializar.

– Mudanças de personalidade.

– Pensamentos suicidas ou pensamentos frequentes sobre a morte.

Para obter um diagnóstico, o especialista realizará um exame físico e uma série de perguntas sobre humor e saúde. Você provavelmente fará um exame de sangue para descartar ou confirmar se a depressão pode ser a causa de um problema na tireóide. Você também pode fazer um teste ou uma avaliação psiquiátrica.

Algumas complicações da depressão são:

– isolamento social.

– automação.

– sobrepeso ou obesidade.

– Fobias sociais como agorafobia .

Tratamento e medicação para depressão

Antidepressivos e psicoterapia são as estratégias que demonstraram eficácia contra a depressão. Embora exista uma ampla gama de opções terapêuticas, eles são inibidores seletivos da recaptação de serotonina, como citalopram, escitalopram, fluoxetina, paroxetina, sertralina e vilazodona.

Além desses medicamentos, existem também alguns antidepressivos naturais como o Captril que tem em sua composição o Triptofano, um agente que ajuda a melhorar o humor.

O especialista, dependendo da gravidade do caso, dos sintomas e do estado de saúde do paciente, proporá a opção médica que considerar mais apropriada e fará o acompanhamento para fazer as alterações necessárias, se julgar necessário. É importante não interromper o tratamento sem acompanhamento médico adequado. A dose deve ser diminuída gradualmente e com segurança.

Existem fatores herdados que podem afetar a resposta a um medicamento antidepressivo.

Quanto à psicoterapia, pode ajudar em:

– Adaptação a crises depressivas.

– Substitua pensamentos negativos por positivos.

– Explore relacionamentos e experiências pessoais.

– Desenvolver maneiras de lidar e resolver problemas.

– Recupere a sensação de satisfação e controle da vida.

– Estabeleça metas realistas na vida.

Outras opções terapêuticas para aqueles que não respondem ou não podem tomar antidepressivos são: estimulação elétrica transcraniana para aumentar a produção de serotonina e dopamina; ou terapia eletroconvulsiva que afeta, através de correntes elétricas, os neurotransmissores cerebrais.

Prevenção de Depressão

Não é possível prevenir a depressão, mas algumas estratégias focadas em melhorar a capacidade de superar eventos adversos (resiliência) e melhorar a auto-estima foram apontadas:

– Evite o estresse.

– Promover o pensamento positivo.

– Siga uma dieta saudável e equilibrada.

– Pratique exercícios moderados em um estado físico e de saúde regular e adequado.

– Pratique relaxamento diário (ouça música relaxante, pratique ioga …)

– Ter um ambiente favorável, família e amigos, com quem falar em tempos de crise.

– Procure um psicólogo que possa nos orientar antes do aparecimento dos sintomas depressivos.

6 tratamentos para artrite reumatóide

Conheça os 7 remédios para a artrite reumatóide que ajudam a aliviar eficazmente a dor nas articulações e a inflamação.

Conheça as terapias naturais que o ajudarão com os irritantes sintomas da artrite, descubra o poder dos alimentos através de um extrato de cerejas, romã e abacaxi, infusões e outros tratamentos para aplicar à sua pele e articulações.

Esses remédios naturais são muito fáceis de executar e o convencem de que um tratamento natural é a melhor opção para reverter os sintomas da artrite reumatóide.

1. Gengibre e infusão de açafrão

Estes dois alimentos maravilhosos têm excelentes propriedades anti-inflamatórias que ajudarão a reduzir a dor nas articulações.

O gengibre contém gingeróis, que podem reduzir a dor e a inflamação causada pela artrite, também ajudam a eliminar toxinas e líquidos acumulados nas articulações, responsáveis ​​pela inflamação e dor.

Um estudo publicado pelo NCBI indica que o 6-Gingerol encontrado no gengibre tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes ativas.
Por outro lado, o açafrão contém um ingrediente chamado curcumina, que possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que podem ajudar a controlar os sintomas da artrite reumatóide.

Alivia significativamente a rigidez articular causada pela artrite.

Um estudo publicado pelo APPS Journal afirma que o uso terapêutico da curcuma em pacientes com artrite exerceu uma atividade anti-reumática idêntica à da fenilbutazona em um medicamento com AINE.

2. Flex Caps Natural

O Flex Caps funciona aliviando as dores e eliminando as causas como os inchaços.

3. Óleos anti-inflamatórios

O consumo de alimentos ricos em óleos essenciais, como os ricos em ômega 3, atua como anti-inflamatórios naturais e eficazes. Dentro desses alimentos, encontramos:

O azeite fornece uma contribuição do ômega 3, que possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias.

Um estudo da Universidade do Paraná no Brasil indicou que o consumo de azeite reduz significativamente a dor nas articulações, a rigidez matinal e a sensação de pressão nas articulações em pessoas com essa artrite reumatóide.
Por sua vez, o óleo de coco que, além de ter propriedades analgésicas como anti-inflamatório; Ajuda a melhorar a absorção de cálcio no intestino.

Um estudo publicado pela revista científica “International Immunofharmacology” mostrou que o óleo de coco possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas que atuam efetivamente em pacientes com esta doença.

4. Panos de água fria e quente

É um dos remédios caseiros mais populares, mas eficazes, pois ajuda a reduzir o inchaço e a inflamação das articulações.

Esse remédio pode variar, por exemplo, para inflamação. Recomenda-se o uso de panos frios, permitindo descansar na área por 15 a 20 minutos.
Para o entorpecimento das articulações, recomenda-se o uso de panos quentes e quentes, aplicando-se da mesma maneira entre 15 a 20 minutos entre cada aplicação.

Um estudo publicado pelo Journal of Advanced Nursing indica que a aplicação de compressas quentes em pacientes com artrite teve efeitos positivos, melhorando sua flexibilidade e aliviando a dor.

5. Compressa de repolho

O repolho é um vegetal rico em um aminoácido chamado glutamina, ao qual são atribuídas propriedades anti-inflamatórias nas articulações.

Para preparar a compressa, recomenda-se cortar as folhas de couve em pequenas porções, distribuí-las em uma gaze e aplicá-las na área dolorida, deixando-a durante a noite para obter um efeito melhor.
Um estudo publicado pela Sociedade Britânica de Imunologia indicou que transportadores de aminoácidos neutros acoplados a sódio permitem a captação de glutamina, que tem um efeito anti-inflamatório na artrite.

6. Extrato de cereja, romã e abacaxi

O extrato natural dessas frutas ajuda a aliviar a inflamação e dores nas articulações em pessoas que sofrem de artrite. Recomenda-se consumi-lo de manhã junto com o café da manhã.

Lembre-se de que esse extrato de fruta terá um efeito melhor se for acompanhado por uma dieta saudável e especializada para curar a artrite.
A American Arthritis Foundation, em uma investigação conduzida pelo Philadelphia Medical Center, mostrou que:

Consumir 8 onças de suco de cereja azedo por dia durante 6 semanas reduz significativamente a dor e a rigidez das articulações.

Melhorando a função física. Também foi observado no estudo que os níveis de proteína C reativa (marcador de inflamação) diminuíram acentuadamente ao consumir o extrato de 45 cerejas diariamente.

Outro estudo publicado pela Advanced Biomedical Research, indicou que a romã, graças à sua grande contribuição de polifenóis, tem efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes benéficos para doenças auto-imunes, como a artrite.
Por sua vez, a romã tem a presença de elagitaninos, que ajudam a diminuir e bloquear a presença de marcadores inflamatórios.

Por seu lado, o abacaxi contém uma enzima chamada bromelina, que segundo um estudo publicado pela Biotechnology Research International:

A bromelina possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias, pois atua sobre mediadores da dor como a bradicinina.

Como cuidar do cabelo com química

Qual mulher nunca colocou uma química nos cabelos para renovar o visual, fazer uma mudança, cobrir os fios brancos e elevar a autoestima, não é mesmo?

É muito bom promover estas mudanças e se sentir mais bonita, mas toda química deve ser usada com muita cautela e a partir daí os seus cabelos vão precisar de um cuidado especial.

Se você já faz coloração, alisamentos ou qualquer outro tipo de química no seu cabelo, já deve ter percebido que eles precisam de um tratamento especial.

Para isto será necessário investir em produtos e tempo para reparar os danos causados pela química.

Alguns cuidados que você deve ter com seu cabelo após o uso de produtos químicos.

  • Usar shampoos e condicionadores específicos

Vários fabricantes oferecem uma linha de produtos específicos para cabelos com química.

Procure informações sobre estes produtos, leia os rótulos com atenção. Existem lojas especializadas que podem lhe orientar sobre o melhor shampoo e condicionador para o seu caso.

É essencial que o condicionador e o shampoo tenham na sua fórmula ativos nutritivos e reconstrutores. Isto vai contribuir na reparação dos fios como ressecamento, quebra, reconstrução da fibra de maneira mais profunda e eficaz.

  • Lavar os cabelos com água fria ou morna

É importante saber que a temperatura da água tem grande influência sobre a química do seu cabelo.

  • Evitar a piscina

O cloro é um grande inimigo das químicas capilares. Deixa os cabelos extremamente ressecados e altera as cores no caso da coloração. Se você não quer abrir mão da piscina procure usar toca impermeável.

  • Hidratar é fundamental

Nenhum procedimento vai durar muito se seu cabelo estiver danificado. No caso da coloração, alisamento, escovação, permanente e outros procedimentos que vão usar a química, o ideal é hidratar o seu cabelo antes e depois. Hidratação é fundamental pelo menos uma vez por semana.

  • Usar suplementos

Alguns suplementos ajudam a fortalecer os fios e dar mais saúde a eles, um muito bom é o HL Blocker, vale a pena conhecer e usar.

  • Proteger-se do sol

Sol é saúde, mas assim como sua pele precisa de proteção contra os raios UV, seus cabelos também. O sol pode oxidar a química dos seus cabelos e ainda intensificar o ressecamento dos fios.

  • Turbinar os cremes

Uma boa opção é acrescentar no seu creme hidratante algumas ampolas de vitamina. Um exemplo é a vitamina E, ela ajuda a fortalecer os fios e é um maravilhoso antioxidante. A ceramida estimula a renovação das células da estrutura capilar.

Para saber mais sobre os cuidados em cabelos com química, assista a um vídeo:

5 livros de romance que você precisa ler

Existem diferentes gêneros de leitura capazes de agradar a todas as pessoas e, entre eles, talvez um dos mais procurados seja o romance. Afinal, os livros de romance sempre contam histórias capazes de se assemelhar muito com a realidade de várias pessoas, ou simplesmente capazes de fazer essas pessoas sonharem.

Se você gosta deste tipo de literatura, seja elas sobre amores complicados, diferentes, impossíveis, puros ou outros. Então você precisa acompanhar esse artigo e conhecer os 5 livros de romance que você precisa ler e, que certamente irão te encantar além deles, existem muitas coisas legais na netflix relacionados a livros, e uma delas é o Kindle Unlimited, mas muitas pessoas ainda não conhecem e ainda pergunta se kindle unlimited vale a pena mesmo, para isso é super importante pesquisar melhor sobre o assunto..

5 livros de romance que você precisa ler

Separamos algumas dicas de livros de romance que valem a pena serem lidos, mas se você quiser mais algumas dicas além dessas, assista esse vídeo.

  1. A culpa é das estrelas, de John Green: um dos livros mais conhecidos do autor, A culpa é das estrelas conta a história de Hazel uma jovem que luta contra um câncer em estágio terminal e Augustus, um atleta que perdeu uma perna por causa de uma doença.
  2. Eleanor & Park, de Rainbow Rowell: uma história linda sobre o puro primeiro amor, entre dois vizinhos que se conhecem no ônibus da escola e começam a compartilhar seus gostos, sonhos e planos.
  3. Como eu era antes de você, de Jojo Moyes: este livro conta a história de Louisa, uma jovem cheia de vida e ambiciosa que passa a cuidar de Will, um atleta que, após um acidente ficou tetraplégico e passa seus dias em um constante mau-humor.
  4. Água para elefantes, de Sara Gruen: narrado em forma de memórias, a partir das lembranças de Jacob que na atualidade se encontra com 93 anos e viúvo, vivendo em uma casa de idosos, o livro conta a história de amor entre ele, que era um tratador de animais em um circo, Marlene e Rosie, uma elefanta que possui uma forte conexão com o casal.
  5. S. Eu te amo, de Cecelia Ahern: este livro conta a história de amor de Garry e Holly, um casal jovem e muito apaixonado que tem seu destino interrompido pela morte do rapaz, deixando sua amada devastada. No entanto, Garry possui um papel importantíssimo na vida de Holly, ajudando-a a superar sua perda, mesmo depois de morto.

Esses são apenas 5 livros de romance que você precisa ler. Se você gosta deste gênero, vale a pena pesquisar mais algumas obras e mergulhar em suas histórias, vivenciando esperanças e dores que certamente lhe farão refletir mais sobre a vida.