Impotência e próstata

O câncer de próstata é uma doença maligna que tem a maior incidência no público masculino do mundo inteiro, exceto pelos casos de câncer de pele.

A estimativa é de haja o diagnóstico de cerca de 1.300.00 novos casos a cada ano no mundo todo.

Nos países mais avançados, o problema comumente é diagnosticado ainda nos estágios iniciais. Por outro lado, nos países em desenvolvimento, a doença costuma ser descoberta já es estágios mais avançados.

O fato é que os homens que sofrem de câncer de próstata têm a impotência sexual como uma de suas principais preocupações, bem como os médicos que ficam responsáveis pelo tratamento,

Estudos médicos demonstram que já uma ampla variação na ocorrência desse tipo de efeito colateral, com índices que variam de 7% a 90% dos casos que são tratados com radioterapia ou cirurgia.

Essa grande variação nos resultados acontece por que existem muitas variações que acabam dificultando a comparação entre diferentes grupos de pacientes.

Por isto muitos médicos recomendam o uso de Cura Prost após os 40 anos, pois ajuda a diminuir o tamanho da próstata e desta forma quase eliminar em 100% o risco de ter problema de câncer ou outro que possa causar impotência.

Assim, existem diferenças tanto entre as informações coletadas quanto também de um paciente para o outro, além de diferenças etárias, condições, grau da doença, experiencia da equipe médica e etc.

No entanto, o que fica bem claro é que a impotência sexual é um evento considerado multifatorial e que o risco de ocorrência é algo que deve ser debatido de forma individualizada, analisando cada caso isoladamente.

Em algumas situações menos frequentes, a impotência ainda pode ser um sintoma inicial do câncer de próstata. No entanto, isso acontece quando a doença provoca o rompimento dos limites da cápsula prostática e se infiltra nos nervos que ficam em torno da próstata, responsáveis pela condição dos estímulos ao pênis.

Impotência é sempre sinal de câncer de próstata?

Não, a queda do desempenho sexual também pode ocorrer por causa do processo natural de envelhecimento do organismo masculino e, na grande maioria das vezes, não tem relação com a presença de um câncer na próstata.

A ereção também pode ser influenciada pela diminuição do desejo sexual ou da libido, que é algo relativamente comum e pode acontecer por variadas causas, é nestes casos que Sperm Control funciona e seu uso é recomendado.

O fato é que a perda do desejo pode ser influenciada até mesmo por questões psicológicas, incluindo o abalo causado pelo tratamento de um câncer de próstata, bem como pela utilização de alguns medicamentos que reduzem os níveis de testosterona para reduzir o risco de crescimento das células cancerígenas da próstata.

No caso de câncer, quando há a infiltração do nervo, como já foi explicado, pode-se fazer uso de medicamentos orais e também de vasodilatadores injetáveis, bem como de próteses flexíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *